Tia Natali

 Não, eu não queria ser professora, quando pequena eu pensei em ouras profissões, até que me formei em comunicação.
Quando adolescente eu comecei a trabalhar com crianças em comunidades e logo passei a fazer missões.

Até que casei, e meu marido quando ainda era meu namorado me fez a seguinte pergunta: -  " O que você gosta de fazer?"
Eu respondi: - " Gosto de ajudar as pessoas."
Parece clichê, mas eu aprendi que os nossos dons são para abençoar não somente a nós, mas o coletivo.
Deus deu algo a você, não para ficar limitado a você, é necessário ir além, alcançar e abençoar o próximo.
E "aquele jeito com criança" que sempre ouvir ter, me fez enxergar a possibilidade de fazer algo por elas.
Enfim, depois da faculdade, alguns cursos de aperfeiçoamento, dois filhos e o desemprego, vi a oportunidade em abrir uma escola e lecionar para crianças.

Ser professora de educação infantil não é transmitir conhecimento, até porque aqui, a criança é protagonista. Estimulamos a autonomia para o desenvolvimento e elas aprendem através das descobertas.
E não é só isso, é ter paciência no momento de birra, dar a mão no momento do medo, consolar quando chorar, dar acalento, cuidar e dar amor.
Porque todo mandamento se resume em: " Ama o teu próximo como a ti mesmo."
Enfim sabe aquela famosa frase?:
"Faça o que ama e irá se sentir realizado e feliz."

É... Isso! 
Não tem preço... 
Mas um : "Eu te amo Tia!", Ou...
 - Vai querer pintar o rosto de que?
- "Hoje que quero ser a tia Natali"

Essa é a minha recompensa.

"TUDO O QUE FIZESTES A UM DESSE S PEQUENINOS, É A MIM (JESUS) QUE FIZESTES." 

Natali Cardoso

Postagens relacionadas:

Educação Infantil

Abordagem das Disciplinas

Educar crianças com alegria